17 de Outubro de 2018 -
 
13/06/2018 - 06h30
Inverno afasta doadores e vereadora Daniela Hall incentiva doação de sangue em Dourados na Campanha do Junho Vermelho
As doações podem ser feitas todos os dias das 07h as 12h30 no Hemocentro de Dourados
Assessoria
Agora News
Vereadora Daniela Hall e assessora doando sangue no 
hemocentro de Dourados - Foto: Divulgação 

A vereadora Daniela Hall (PSD), preocupada com a população da Grande Dourados, está incentivando a campanha de doação de sangue no município de Dourados principalmente no inverno. Durante todo o mês de junho que é realizado o "junho vermelho".

A campanha nacional tem a finalidade de atrair novos cadastros e incentivar as doações contínuas, tanto de sangue como de medula óssea. Em Dourados, a frente fria tem reduzido os estoques, afastando quase 50% dos doadores diariamente. junho vermelho

Por isso, a presidente da Câmara de Vereadores, vai participar nesta quinta-feira dia 14, do Dia Mundial do Doador de Sangue. Durante o perído da manhã das 07h ás 12h30 será realizado o Arraiá do Hemocentro de Dourados com comidas típicas para os participantes.

Como de costume, a vereadora Daniela fará sua doação e vai convidar os servidores da Casa de Leis para fazer o cadastro. "O junho vermelho é um mês de incentivo à doação de sangue e medula, uma campanha significativa para um dos períodos mais críticos para os estoques do Hemocentro. É algo tão simples, de grande importância e que pode salvar muitas vidas", disse a parlamentar.

Para a vereadora Daniela Hall, apesar do aumento significativo dos cadastros de doação de sangue, o Município ainda está muito longe do número ideal, já que a média mensal é de apenas pouco mais de 900 doações e que para Dourados e região é muito poucos doadores e doadoras. "A Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza que 5% da população de um país doem sangue regularmente para manter os estoques de sangue dos hemocentros.

No Brasil esse percentual está entre 2% a 3%, por isso, precisamos incentivar e realizar mais campanhas. Doar sangue não faz mal à saúde e faz muito bem ao próximo", afirmou Daniela, lembrando que a média diária é de pouco mais de 50 doações em Dourados, o que acaba sendo insuficiente para manter os estoques de algumas tipagens de sangue, como O Positivo, O Negativo, A Positivo e A Negativo. O tipo de sangue AB Positivo e AB Negativo é um dos mais difíceis de serem doados.

A vereadora também alerta para a doação da medula óssea. "É preciso se cadastrar como doador, para que as tuas informações fiquem disponíveis no Cadastro Nacional de Doadores de Medula.Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos em bom estado de saúde pode doar e, se surgir algum paciente compatível, o doador é consultado para decidir quanto à doação. É rápido, não há despesas para o doador e ainda pode salvar uma vida", lembrou a vereadora Daniela Hall.

O fator que mais dificulta a realização do procedimento é a falta de doador compatível, já que as chances são de 1 em cada 100 mil pessoas, em média. Em Dourados, poucas pessoas desde 2007, quando iniciou o cadastro, tiveram medula compatível com quem precisava. Segundo a coordenadora do Hemocentro de Dourados, hoje á um cadastro de 16.541 doadores de medula de Dourados e região.

Novos doadores

Para quem deseja fazer doação, a idade legal é de no mínimo 18 anos e no máximo 69 anos de idade, dentre alguns pré-requisitos o doador tem que estar bem alimentado, não se alimentar de comida gordurosa e não ingerir bebidas alcoólicas nas útimas 24 horas. Já menores de 16 e 17 anos precisa estar acompanhados de um resposável legal para a doação. Os doadores de primeira vez tem que ter no máximo até 60 anos de idade. Para todos os doares é preciso pesar ácima de 55 kilos. O atendimento para todos os doadores de primeira vez será até ás 11h devido ao tempo que alguns precisam para a doação, afirma Rosa Fernandes.  

Os interessados em doar sangue podem buscar mais informações no Hemocentro, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h, e fica localizado à rua Waldomiro de Souza, 295, Vila Industrial (ao lado do PAM). Os telefones para contato são (67)3424-0400 ou 3424-4192.

publicidade
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
© 2013 - AgoraNews.com.br - Todos os Direitos Reservados

É expressamente proibida cópia, reprodução parcial, reprografia, fotocópia ou qualquer forma de extração de informações deste sem prévia autorização dos autores conforme legislação vigente.
Desenvolvido por:
Ribero Design
(67) 9979-5354